Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

Djalma Maranhão – Memorial Online
Exílio e Morte no Uruguai

Envie-nos dados e informações:
DHnet Email Facebook Twitter Skype: direitoshumanos

 

 

 

 

De Pé no Chão | 40 Horas de Angicos | Movimento de Natal | CEBs no ES | Potiguariana

Vida Política | Linha do Tempo | Cultura Popular | Repressão RN | Preso Político | Exílio | Publicações | Textos Documentos | Imagens | Áudios | Vídeos | Hinos e Canções | Multimídia

 

Exílio e Morte no Uruguai
Djalma Maranhão – Memorial Online

 

Textos

Cartas e Correspondências

Monitoramento da Repressão a Djalma no Uruguai

Imagens do Exílio

Morte de Djalma Maranhão

 

 

 

 

 

Textos

Mensagem ao Povo Brasileiro
Djalma Maranhão, Montevidéu, julho de 1965

Um Encontro com Djalma Maranhão no Uruguai
Geraldo Queiroz, 09.11.2007

Os que não sobreviveram – Djalma Maranhão
Mailde Pinto Galvão

^ Subir

Cartas e Correspondências

Carta de Djalma Maranhão a Ademar Rubens de Paula
Montevidéu, 05 de abril de 1971

Carta de Ademar Rubens de Paula a Ubirajara de Macedo
São Paulo, 24 de julho de 2008

Carta de Djalma a Dária Maranhão
Alemanha - Berlim, 21.07.1966

Cartas de um Exilado
Djalma Maranhão, Edição Clima Artes Gráficas, 1984

 

 

 

 

 

 

^ Subir

Monitoramento da Repressão a Djalma no Uruguai

Monitoramento da Repressão a Djalma no Uruguai
Documentos inéditos sobre o monitoramento dos órgãos de repressão da ditadura militar brasileira a Djalma Maranhão, obtidos no Arquivo Nacional

^ Subir

Imagens do Exílio

Djalma Maranhão no Exílio do Uruguai
Banco de Imagens

^ Subir

Morte de Djalma Maranhão
Em 1971, quando em Natal já eram passados os trinta dias litúrgicos desde que se apagara a última fogueira de São Pedro, na celebração do final do Ciclo Junino, em Montevidéu morria o Prefeito Djalma Maranhão, só. - Morreu de saudades – disse-me um dia Darcy Ribeiro, seu companheiro de exílio. - Morreu de saudades de Natal – eu respondi. (Moacyr de Góes)

Atestado de Óbito

Livro de Pêsames

Enterro de Djalma Maranhão
Banco de Imagens

Textos sobre a Morte de Djalma Maranhão

Ode a Djalma Maranhão
Roberto Lima de Souza

Livro de Pêsames, Texto Extraído do
Montevidéu/Uruguai - 1971 – Acervo DHnet

Poema a Djalma Maranhão
Palmira Wanderley

A Djalma Maranhão – Carta Aberta para o Além
Expedito Silveira

Djalma Maranhão, Morte e Paixão
Celso da Silveira

^ Subir

< Voltar

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar