Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique


  Projeto

Armazém Memória

 

 

Um tributo às gerações vindouras

 

Resgatar coletivamente a história passada em nosso país é um trabalho de consciência e um desagravo para com aqueles que morreram lutando por uma sociedade justa, onde as pessoas possam ter uma vida sem carências e sofrimentos desnecessários.

Antes de tudo, um desagravo. Pois a história hegemônica, oficial, comprometida com os interesses de poucos, só relata e retrata o que lhe convém, disfarçando, falseando os acontecimentos, omitindo fatos vividos por milhares de brasileiros, que ficam relegados ao esquecimento, apesar de terem escrito com sangue e com dor, esses momentos de luta por uma vida melhor e mais conseqüente para as maiorias.

Reunir esses vários documentos dentro de um armazém e colocá-los numa prateleira virtual, a disposição para consultas, é um tributo. Primeiro, aos jovens de hoje que começam a se envolver nas questões políticas e sociais de nosso país, para que possam construir uma outra ética social e relações mais harmoniosas, equilibradas e sem preconceitos na maneira de existir em sociedade. Segundo; é um tributo às gerações que ainda estão por atuar em nossa sociedade, para que um dia possam se situar melhor em seu tempo. Crianças que estão nascendo agora e já nascem devendo ao FMI e a bancos credores, por isso, passando a existir numa sociedade carente de condições básicas, violenta, desigual e individualista.

Por meio de textos resultantes da experiência vivida por muitos brasileiros, um vasto material fragmentado e disperso está sendo agrupado, para assim disponibilizar um conteúdo produzido ao longo de muitos anos, que apresenta nossa história recente pela ótica, dos ditos; vencidos, possibilitando um estudo sério sobre o significado e a importância da política para a organização social, a extensão do conflito histórico em que vivemos e o papel do indivíduo como um ser que forja o seu destino de modo coletivo.

 Os tradicionais armazéns por este país afora prestam um serviço de utilidade pública para com a população pobre, pois garante o acesso fiado a gêneros de 1.a necessidade, assim também este sebo pretende ser um armazém que visa contribuir para a educação política, oferecendo acesso à leitura política, igualmente um gênero de 1.a necessidade, buscando dar o devido lugar e a devida importância a tudo o que foi vivido e conquistado até hoje com muito suor, sangue e luta diária.

Seguindo a tradição dos antigos, onde o conhecimento é passado de geração em geração através da história oral, passamos nosso conhecimento acumulado usando ferramentas atuais, guardando na memória de um computador e na internet, livros, revistas, impressos, fotografias, depoimentos gravados, filmes, deixando que sejam consultados livremente, estimulando o processo de troca de conhecimento entre as gerações.

Este trabalho não visa o lucro, não tem qualquer conotação mercantilista, não se faz por dinheiro; é resultado da necessidade de instruir o cidadão sobre seu passado histórico.

Tem como parâmetro, mostrar aos nossos contemporâneos que não estamos começando nada de novo, que a luta social vem de longe, num fio contínuo de tempo e clama por uma distribuição de renda e dos meios de produção, pelo fim do latifúndio e pela estabilidade social das maiorias.

É fundamental o estancamento dessa sangria de recursos e riquezas que sai do país rumo ao exterior, para financiar um desenvolvimento econômico baseado na distribuição do que é produzido aqui para nós brasileiros, com o pronto-atendimento das reivindicações dos excluídos e o respeito e prática dos direitos humanos.

A questão social não pode continuar sendo tratada como caso de polícia, pois hoje vivemos todos numa grande cadeia chamada Brasil, a maioria presa na miséria e outros presos nos carros, nas casas, nos locais de lazer, com medo da violência que bate à porta de todos, violência essa reflexo desse modelo de desenvolvimento excludente desenvolvido a partir do assalto ao poder feito por aqueles que massacraram e ainda massacram quem pede justiça e melhores condições de vida para as maiorias.

Enquanto a ética não se torna virtude geral, este sebo se apresenta à luta, para lembrar a todos que  conhecer o passado é um direito universal e inalienável da pessoa humana, pois só através da cultura, e deste conhecimento acumulado de geração em geração que se constrói uma vivência harmoniosa. A história, como a distribuição de renda ou da terra, também é resultante de uma luta de classes, e necessita ter força para ser hegemônica.

O armazém memória é um patrimônio coletivo e está dentro dos conceitos de uma prática milenar de preservação social que é a transmissão do conhecimento de resistência entre as gerações.

Esta proposta multimídia de nossa linha do tempo é um serviço à memória coletiva da nação uma vez que a história a todos pertence, fundamentalmente por isso, não entendemos como possível haver contradição jurídica entre a biblioteca virtual e o direito autoral de quem produziu cada material reunido neste sebo pirata.

Leia, estude e divulgue a história do Brasil.

Cultura não é crime! Caixa de texto: PARTICIPE DO SEBO 
ENVIANDO
SUGESTÕES, 
MATERIAL,
DEPOIMENTOS...

mzelic@uol.com.br


                                                                          Marcelo Zelic

           MANIFESTO MULTIMÍDIA

EM PROL DA MEMÓRIA BRASILEIRA.

 

    Armazém Memória

 

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar