Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

   

Curso: Violência Contra a Mulher

O Curso sobre Violência Contra a Mulher, contando com a parceria da Comissão de Direitos Humanos e da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, através da Coordenação de Programas de Ação Comunitária, além do Centro da Mulher 8 de Março, com o apoio da Secretaria de Segurança, realizou-se no período de 28 de novembro a 30 de dezembro de 1997. Este foi dividido em 2 módulos. O primeiro ocorreu no Centro de Ensino da Polícia Militar, em João Pessoa, o segundo transcorreu no Campus II da UFPB, em Campina Grande.

A proposta do curso teve como objetivo, capacitar 30 servidores das Delegacias Especializadas em Atendimento a Mulher – DEAM e da Polícia Militar, para o enfrentamento a violência contra a mulher. Assim sendo, os seus participantes foram na maioria servidoras das Delegacias da Mulher, participando ainda, integrantes da sociedade civil que atuam na área de defesa dos direitos da mulher.

A avaliação do curso foi realizada pelas alunas nos dois módulos distintos. Nos dois momentos distribuiu-se fichas com questões, objetivando levantar a opinião das alunas acerca de diversos aspectos.

Além desses questionários, realizou-se no término uma oficina pedagógica, com vistas ao levantamento de subsídios para elaboração do plano de trabalho para o ano seguinte.

De forma geral, foi considerado importante os trabalhos daquela natureza, visando a qualificação das servidoras das Delegacias da Mulher. Sendo, ainda considerados excelentes, o conteúdo programático e metodologia, como também o nível dos instrutores. Por outro lado, verificou-se que o curso contribuiu, para iniciar o processo de intercâmbio e articulação dos órgãos que atuam na área de violência contra a mulher no Estado.

Dentre as sugestões levantadas para o planejamento de atividades no ano de 1998, destacou-se:

-   Aprofundamento dos temas, através de cursos divididos em módulos, no decorrer do ano, com encontros mensais, preferencialmente em finais de semana;

-   A necessidade de fortalecer a relação e instituir convênio entre a UFPB e a Secretaria de Segurança Pública para garantir a continuidade de consultorias e cursos de capacitação;

-   Promoção de intercâmbio com órgãos que atuam na área de violência contra a mulher de outros Estados;

-   Realização de pesquisas relacionadas a temática “Violência Contra Mulher”;

-   Interiorização das ações, nos municípios, que têm Delegacia da Mulher;

-   Garantir junto ao SINE/PB, recursos financeiros que viabilizem a continuidade das atividades de capacitação da UFPB, para os profissionais das delegacias especializadas em atendimento a mulher;

 

Com uma carga horária de 50 horas/aula, os trabalhos do curso sobre violência contra mulher, foram desenvolvidos através de aulas expositivas e dialogadas, assim como através de oficinas pedagógicas. E o seu conteúdo programático, constou dos pontos abaixo assinalados: 

1º Módulo

·  Violência: Aspectos históricos, conceituais e culturais;

·  Violência e Mídia;

·  Violência de Gênero;

·  Vivências do cotidiano de um Serviço de Atendimento a Mulheres Violentadas;

·  Políticas Públicas de Defesa a Mulheres Violentadas;

·  Fotografando a Violência de Gênero na Paraíba: discussão e treinamento 

2º Módulo

1. Fundamentos Antropológicos da Violência:

·  O complexo conjunto de fenômenos chamado violência;

·  Campo semântico e a percepção da violência;

·  Discursos sobre violência, discursos contra violência;

·  Discurso interrogativo e discurso da violência;

-   “Aceitabilidade da violência”

-   Violência como experiência cultural

-   Violência como experiência estruturante

·  Campo teórico do estudo da violência:

-   Necessidade do estudo: dados indiretos e a etnografia

-   Revisão conceitual

·  Paradoxo contemporâneo no Brasil: aumento do crime violento e da violência policial no chamado período de redemocratização;

 

·  A Ação Policial, Ordem Pública e Violência:

-   Ambiguidade e aceitabilidade da violência

-   Ordem pública e ação policial

·  Direitos Humanos no Brasil;

·  Programa Nacional de Direitos Humanos: estudos antropológicos e Delegacias Especializadas;

-   Minorias sociais e étnicas

-   Violência contra mulheres

-   Violência contra idosos 

2. Análise da Dinâmica Institucional em Delegacias Especializadas da Mulher na Paraíba. 

3. Avaliação e planejamento das atividades de capacitação da UFPB, para as Delegacias Especializadas da Mulher. 

 

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar