O Comitê RN
 Atividades
 Linha do Tempo
 ABC Reprimidos
 ABC Repressores
 Comissões IPMs
 BNM Digital no RN
 Coleção Repressão
 Coleção Memória
 Mortos Desaparecidos
 Repressão no RN
 Acervos Militantes
 Bibliografia RN
 RN: Nunca Mais
 Áudios
 Videos
 Galerias
 Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Rede Mercosul
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

Comitê Estadual pela Verdade, Memória e Justiça RN
Centro de Direitos Humanos e Memória Popular CDHMP
Rua Vigário Bartolomeu, 635 Salas 606 e 607 Centro
CEP 59.025-904 Natal RN
84 3211.5428
enviardados@gmail.com

Envie-nos dados e informações:
DHnet Email Facebook Twitter Skype: direitoshumanos

 

Comissões da Verdade Brasil | Comissões da Verdade Mundo
Comitê de Verdade Estados | Comitê da Verdade RN

Inicial | Reprimidos RN | Mortos Desaparecidos Políticos RN | Repressores RN

Militantes Reprimidos no Rio Grande do Norte
Raimundo Ubirajara de Macedo

Prêmio Estadual de Direitos Humanos Emmanuel Bezerra dos Santos 2010

HOMENAGEM

Gostaria de saudar os componentes da mesa, em nome do Senhor Presidente da Comissão Estadual dos Direitos Humanos, Roberto Monte, ocasião em que agradeço esta importante homenagem feita ao meu pai, Ubirajara Macedo, mais conhecido como Bira, que tem uma trajetória de vida digna de ser exaltada entre os poetas, escritores e por mim, sua filha, uma simples mortal, que o admira e o ama de uma forma que jamais as palavras vão expressar de maneira fidedigna.

Desta forma, exalto aqui, sua coragem quanto às lutas travadas em prol de um governo mais justo e livre. Sua bondade e idoneidade, seu caráter, sua conversa pautada sempre em assuntos interessantes e inteligentes, próprios de um jornalista cabeça feita, como dizem por aí, mostrando uma cultura invejável, seu bom gosto pela música, daí sua participação no famoso Clambom, seus livros, suas crônicas, suas poesias, enfim, uma personalidade ímpar, que a todos encanta e me faz ser orgulhosa e grata a Deus por tê-lo como pai,

Um pai e amigo nas horas boas e difíceis que a vida nos impõe.
E ao longo dessa trajetória, fez inúmeras amizades. E, quando a tristeza batia em seu coração, você pedia para que as pessoas tirassem o sorriso do caminho para que pudesse passar com sua dor... E depois começou a aprender a viver na nova conjuntura, pela qual tanto lutou, a tão esperada democracia, um país livre, e as coisas melhoraram, pois a liberdade de expressão, numa pátria mãe tão distraída, como bem se expressou Chico em sua canção, também vítima da crueldade da ditadura, foi aberta a todos que queriam gritar, como na música o bêbado e o equilibrista, mas infelizmente, muitos partiram num rabo de foguete. Entretanto, você, papai! Conseguiu ouvir e ainda ouve o eco do grito dos que lá fora falavam em liberdade e guarda muitas lembranças, no outono desta memória privilegiada, aliada ao DNA da inteligência e ao espírito humanitário, que o fez sofrer por dias melhores, como num sonho de liberdade, em que a justiça e a eqüidade passeavam juntas pelo nosso tão sofrido país.

Obrigada a todos!

Rosana Varela de Macedo, filha de Ubirajara

^ Subir

< Voltar

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar
Comitês de Educação em Direitos Humanos Estaduais