Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

Gênese dos Direitos Humanos
Volume I
João Baptista Herkenhoff
Religiões e Sistemas Filosóficos em face dos DH

O Taoísmo e os Direitos Humanos

Tao-Te-King
Lao Tsé

O Taoísmo foi fundado por Lao Tseu que morreu cerca de 5 séculos antes de Jesus Cristo.

A concepção básica do Taoísmo e a existência de um Ser que é o princípio de todas as coisas, um Ser inominado. que Lao Tseu designou por “Tao”. Este “Princípio” é traduzido de várias maneiras pelos estudiosos. René Groussel nota que Lao Tseu declarou que empregava o termo “Tao” para designar o princípio das coisas. apenas a titulo de aproximação, à falta de um termo mais satisfatório.

A esse “Princípio”. Lao Tseu chama de mãe de todas as coisas. diferentemente de outras religiões e filosofias que designam o Princípio ou Deus no gênero masculino. É um pormenor curioso que, a nosso ver, merece ser destacado.

O Princípio está em tudo e tudo está no Princípio. Tudo vem do Principio e tudo volta ao Princípio. Cada ser que existe é um prolongamento do Principio. O mundo é instável e se encontra em permanente evolução. Há dois princípios opostos “Yin” e “Yang”, mas os dois acabam por fundir-se pois que os contrários se identificam. O homem sábio abandona-se ao turbilhão do “Yin” e do “Yang”, adere ao ritmo universal, busca simplificar-se, diminuir-se, anular-se. Nisto alcança o “êxtase místico”. Tudo é um no Tao. Os seres são prolongamento do Princípio Único Imortal. A vida e a morte são aparentes pois os seres saem do Princípio Imortal e retornam ao Princípio Imortal

Segundo René Grousset, o pensamento de Lao-Tseu exerceu influência sobre Hegel, Haeckel e Spencer.’’

Entendendo que as coisas têm um curso a seguir, o Taoísmo prega a liberdade das pessoas. reprova qualquer coação. Mesmo o governante deveria governar pela persuasão. que se opera no intimo dos corações. e não pelo recurso à força. O respeito ás pessoas integra o catálogo de valores desse sistema filosófico e religioso.”

Este conjunto de princípios religiosos e filosóficos que acabamos de descortinar permite-nos concluir também por uma resposta afirmativa à questão de existir uma relação entre o Taoísmo e a idéia de “Direitos Humanos”.

O Taoismo tem centelhas de Direitos Humanos na sua própria tese fundamental de Homem como prolongamento de um Princípio Imortal. Também comunga com os “Direitos Humanos” a visão de que todos os homens partilham da mesma origem, provêm de uni Princípio Imortal único e retornam a esse Princípio Imortal. O sentido de liberdade, de respeito à pessoa humana, de comunhão cósmica culminam por provar a coerência entre Taoísmo e Direitos Humanos.
 

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar