Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique


Manifesto da
Web independente 

    A web independente é formada por milhares de websites, que oferecem milhões de páginas repletas de paixão, opiniões e informações, construídas por usuários conscientes de seus direitos como cidadãos. A web independente é um novo elo entre as pessoas: é um espaço livre e aberto, onde se compartilha conhecimento
sem dar lugar a vaidades. 

    Dia a dia, os websites comerciais assumem uma postura cada vez mais agressiva, catalogando e importunando seus usuários; já a web independente respeita a inteligência e a privacidade do indivíduo, propondo um fórum aberto para debates e troca de idéias. Os websites puramente comerciais tornam-se cada vez mais simples revistas de informação e entretenimento, onde o usuário é relegado a uma postura de espectador; magnatas da mídia, das telecomunicações, da computação e de agências militares degladiam-se pelo controle da Internet. Enquanto isso, a web independente oferece uma visão livre do mundo, ultrapassando a censura econômica à informação, que nos sites comerciais confunde-se com a propaganda e com matérias publicitárias, sendo reduzida a um entretenimento passivo e
manipulador.

    Mesmo com todas estas qualidades, a web independente e contributiva está correndo riscos. O que a está ameaçando? Citaremos apenas alguns fatores: a infinita disputa tecnológica, que torna o ato de criar um website algo cada vez mais difícil e caro; a esmagadora pressão publicitária e comercial; e, em breve, pelas redes dissimétricas, pelos Network Computers, pelas redes proprietárias e pelos grandes monopólios de comunicação. Tudo isto visa a transformação do cidadão em um simples consumidor. A imprensa especializada, tão ávida pela publicidade (proveniente das companhias que lucram com a vasta riqueza da web independente e gratuita), está fascinada apenas pelos desafios técnicos e econômicos da Internet. Parece ignorar deliberadamente a dimensão cultural da rede, nunca escreve mais do que um par de linhas sobre iniciativas independentes e dá pouco espaço às noticias sobre a morte de websites pioneiros, ao mesmo tempo em que dedica gigantescos artigos de capa sobre qualquer novo site comercial. A criação pessoal de um site é apresentada, geralmente, como uma iniciativa patética e secundária, se comparada às possibilidades oferecidas pelo
cartão de crédito do usuário. 

    Convidamos os usuários a tomar consciência do papel essencial que desempenham na Internet. Criando seu próprio website, enviando comentários, críticas ou palavras de alento a webmasters independentes, ajudando-se mutuamente em grupos de discussão ou por e-mail, eles proporcionam uma fonte de informações independente e gratuita que outros gostariam de vender ou controlar. Educação, informação, cultura e debate são patrimônio de usuários, webmasters independentes, associações e organizações acadêmicas.

www.minirezo.net/manifeste/portug.html   

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar